Não lembro do seu rosto

Nem das suas tatuagens

Lentamente vou me esquecendo dos seus gostos

E das suas angústias


Já não lembro mais sua cor favorita

E nem qual era o filme que você detestava

E na medida que eu apago você da minha memória

Preencho o espaço vazio com amor próprio.

Comente no TwitterVisualizar comentários