Categorias
Tecnologia

Por que eu decidi voltar para o WordPress

Saiba os motivos que me fizeram largar o Jekyll e voltar para o Wordpress como plataforma para o meu blog.

Em 2018, eu criei um post explicando uma maneira de melhorar o desempenho do site diminuindo os custos. Continuo de fato acreditando em tudo o que escrevi, através do Jamstack é muito mais fácil conseguir um ótimo desempenho, e é possível hospedar gratuitamente utilizando Github, Gitlab ou algumas outras alternativas. Mas então, por que eu decidi voltar para o WordPress?

Na real, o motivo é bem simples: praticidade. Por mais que utilizando Jamstack o desempenho seria superior, vem às custas de precisar fazer tudo de maneira manual.

Para alguns isso é maravilhoso, ter a liberdade de mexer em cada linha de código afim de transformar o blog em algo mais e mais pessoal, mas eu acabei percebendo que eu passava mais tempo arrumando o blog do que de fato escrevendo, tanto que meu último post é de 2018.

E nisso eu decidi voltar para o WordPress. O novo editor Gutenberg, por mais que seja polêmico dentro da comunidade, me agrada demais e torna mais fácil e gostoso escrever posts e mais posts.

Graças ao Anders Norén, eu também consigo ter um template lindo, exatamente do jeito que eu gosto, e sem gastar um único centavo com isso. É bem provável que em algum momento eu vá fazer algumas modificações, mas são detalhes mais simples e que não há pressa em realizar.

Este é o primeiro post da nova era do blog Craveiro. A partir de agora, semanalmente, teremos posts sobre internet e tecnologia de maneira simplificada e de fácil entendimento. Vem comigo!

4 respostas em “Por que eu decidi voltar para o WordPress”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *